sexta-feira, 28 de janeiro de 2011



Dez dedos 
unidos no Namastê
 
O número dez é símbolo da perfeição,
da unidade, do equilíbrio perfeito.
Os dez mandamentos.
As dez emanações da Árvore da Vida.
Os dez vértices da estrela de Pitágoras.
A Parábola dos Dez Talentos (Mt,25).
Toda a criatura é um reflexo 
dos Dez Atributos Divinos:
Apego, Bondade, Conhecimento, Entendimento,
Esplendor, Harmonia, Perseverança, Realeza,
Sabedoria, Severidade.

Só  um dez!

Se um mais um são dois
O três,  como é que eu faço?
Somar mais um, depois
Seguir pro quarto passo.

Após o quatro, o cinco,
Que até parece um 'esse',
'Ele traz sorte', eu brinco,
E entre o seis, aparece.

Somar mais um, dá sete,
Com traço e sem atrito.
E do oito é o confete
Ser marca do infinito.

Enfim, é quase, é nove,
Mas só um dez comove!

Namaskar!




Elischa Dewes

*

Nenhum comentário:

Postar um comentário